Conheça algumas dicas práticas  de como usar o Marketing Sensorial na sua loja como uma poderosa ferramenta de vendas e relacionamento!

 

O Marketing Sensorial é uma excelente maneira de atrair consumidores para a sua loja. Com ele, é possível trabalhar os sentidos das pessoas para que elas tenham uma excelente experiência de compra. E, assim, voltem mais vezes.

Mas antes de entrar de fato na estratégia é importante saber o que é Marketing sensorial! Então vamos lá: O Marketing sensorial uma estratégia baseada em entender e explorar os sentidos para induzir os clientes a comprar os produtos com mais facilidade em uma loja.

Isso significa que esse tipo de marketing utiliza a visão, olfato, tato, paladar e audição para proporcionar uma boa experiência ao cliente. Com isso, ele ficará mais confortável em entrar na loja e em comprar os produtos.

 

4 dicas de como usar o marketing sensorial na sua loja

 

Essa estratégia de marketing é muito usada em lojas por meio de música ou aroma ambiente, por exemplo. Dessa forma, de acordo com o perfil dos clientes, você trabalha os 5 sentidos para tornar a loja um local agradável e propício para as compras.

Quer entender mais sobre essa poderosa ferramenta de vendas? Então, confira as dicas de como usar o Marketing Sensorial a favor do seu negócio!

1 – Deixe o seu perfume

Você sabia que o olfato é responsável por 3,5% da nossa percepção sobre um lugar ou pessoa? Por isso, ele é um grande aliado seu no Marketing Sensorial!

Para lojas de roupas, apostar em perfumes que tenham a ver com o estilo da marca pode ser um grande diferencial.

Fragrâncias exclusivas, principalmente, têm o poder de fazer com que o cliente relacione situações positivas à marca. E, assim, é possível incentivar que o cliente volte e compre mais.

Para isso, é preciso que o aroma esteja de acordo com a proposta da loja e o perfil dos clientes. Entenda se o seu público é mais jovem, mais romântico ou tem um perfil mais executivo antes de sair borrifando o perfume por todo o ambiente!

Por fim, tome cuidado com a quantidade. Deixar um aroma gostoso no ar é bastante diferente de tornar a loja como um daqueles lugares que ninguém consegue ficar por muito tempo.

2 – Dê atenção aos mínimos detalhes

É a visão que transmite a maioria das informações que o nosso cérebro percebe. Ela corresponde a 83% da nossa percepção e, por isso, é o sentido mais explorado no Marketing Sensorial.

Aqui, as cores, iluminação e o espaço como um todo da loja contam muitos pontos. No entanto, você não deve se limitar apenas ao “básico” do ponto de venda.

Faça com que a loja transmita uma boa sensação e deixe o cliente a vontade e instigado. Para isso, organize muito bem o interior, deixando as peças mais desejadas ao alcance.

Os produtos precisam estar dispostos de uma maneira coerente. Ou seja, posicione itens com afinidade mais próximos uns aos outros. Separar as peças por sexo, estação, cores e estampas também faz a diferença.

Detalhes como a limpeza da loja, qualidade do piso e aparência e desenvoltura dos vendedores também são fundamentais aqui! Por isso, o grande diferencial está na atenção aos detalhes.

 

3 – Também é possível explorar o paladar

As marcas que não estão ligadas ao segmento de alimentos e bebidas falham ao explorar pouco esse sentido. Pois saiba que a sua loja de roupas também pode se beneficiar do paladar!

Oferecer água, café, bolo e biscoitos, por exemplo, é uma excelente maneira de melhorar a experiência do cliente. Sem contar com o fato de que as pessoas ficam impacientes quando estão com forme e, portanto, não compram.

Além disso, esses recursos deixam a associação com a marca mais positiva e criam lembranças muito fortes da loja.

4 – Crie a sua própria playlist

As músicas contam com um poder emocional muito forte. Elas podem nos deixar mais animados, calmos ou agitados.

Por isso, é importante incluir uma boa seleção musical para criar a atmosfera perfeita na sua loja. Assim, o consumidor sentirá mais conforto e terá mais identificação com o ambiente.

Tente evitar apenas deixar sintonizado em uma estação de rádio. Use recursos como o Spotify para personalizar a trilha da loja e se diferenciar da concorrência.

Mas lembre-se de ter sempre em mente o seu público-alvo. Assim, você conseguirá escolher melhor as músicas e transmitir exatamente a mensagem desejada!

 

Gostou das dicas e quer entender melhor como o Marketing Sensorial pode levar a sua loja de roupas para outro patamar? Então, conheça mais sobre essa estratégia nesse artigo!